Candidato Número 6 à Câmara Municipal

Caras e caros celoricenses,
Chamo-me Diogo Magalhães, tenho 22 anos e sou natural e residente em Ourilhe, freguesia do concelho de Celorico de Basto. Como a maioria dos jovens celoricenses, fiz toda a minha escolaridade no concelho, onde tive o meu primeiro contacto com o associativismo, mais precisamente na Associação de Estudantes da Escola Básica e Secundária de Celorico de Basto. Daqui, parti com 18 anos, para me formar no curso do Mestrado Integrado de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, encontrando-me atualmente a finalizar a minha dissertação de mestrado. Ainda na faculdade, tive a oportunidade de estar intensamente ligado ao associativismo estudantil, como sempre foi meu apanágio. Fui membro do Núcleo de Estudantes de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, membro da Associação de Estudantes da FEUP, tendo sido líder do Departamento Desportivo no meu último mandato, e liderei, ainda, um bar académico durante o meu 3º ano, com presença também na Queima das Fitas do Porto. Aqui em Celorico, participei sempre que consegui nas mais variadas atividades de cariz cultural, social e desportivo, representei duas associações desportivas durante vários anos, estive fortemente envolvido na organização do 1º Tunacel – Festival de Tunas de Celorico de Basto – e, mais recentemente, juntamente com outros jovens do concelho, reativamos a estrutura local da Juventude Socialista, da qual fui eleito Presidente da Concelhia.
Estou aqui para vos dizer que aceitei o convite do Partido Socialista para integrar a lista candidata à Câmara Municipal de Celorico de Basto, liderada pelo Eng. Manuel Machado. Ao longo da minha vida, conheci e convivi com uma parte muito significativa da população celoricense, particularmente jovens e, por isso, conheço verdadeiramente bem os seu anseios, desejos, prioridades e necessidades. Todo este percurso até aqui permitiu-me adquirir competências de gestão, liderança e trabalho em equipa, o que me faz acreditar que estou na fase certa da minha vida para abraçar este projeto político. Sempre me imaginei na vida pública a fazer o que faço melhor: dedicar-me às pessoas de forma apaixonada, intensa, calorosa e próxima. Não me coíbo de dizer que sou um celoricense de gema e um amante das nossas gentes, cultura e tradições e, portanto, é com enorme honra e sentido de missão que integro este projeto, para elevar Celorico de Basto a um patamar de desenvolvimento e oportunidades onde todos tenham lugar.
Acredito piamente na pessoa do Eng. Manuel Machado para governar este concelho, porque é uma pessoa idónea, competente, experiente e justa, de sucessos e créditos firmados que se fez fora da política. Com ele leva um vasto conjunto de mulheres e homens descomprometidos, muitos deles jovens que amam Celorico de Basto, que conhecem bem a sua realidade e potencialidades e que, acima de tudo, apoiam um modelo de gestão bastante diferente daquilo a que estamos habituados, no qual o mérito, a competência e a transparência se substituem justamente ao nepotismo e à prevaricação. Celorico de Basto tem de ser um concelho onde todos possamos viver, constituir família, construir casa e investir, e, para isso, há ainda muito trabalho a fazer.
É altura de novas caras, novas ideias, novas políticas e, sobretudo, altura de um novo Celorico, que não esteja atrasado, estagnado e que não seja um dos concelhos mais pobres do país. A mudança está aqui e agora. Contem connosco.