Cara/o celoricense,

Estamos em ano de eleições autárquicas. Nos últimos meses, construímos uma equipa determinada, capaz, heterogénea e motivada. O programa eleitoral está a ser elaborado por mulheres e homens conhecedores dos problemas estruturais deste concelho. Os jovens estão, também eles, na linha da frente deste projeto, porque, para além de serem o futuro desta terra, pretendemos que se integrem, desde cedo, no pensamento político. Queremos criar condições para se fixarem cá e não terem que sair do concelho.

Queremos ouvir as pessoas de forma interessada e preocupada, do mais leigo ao mais culto, com a mesma atenção. Queremos estar disponíveis para conversar com os munícipes, em qualquer hora e em qualquer lugar, dar voz e participação a quem merece, fomentar o debate de ideias que acrescentem valor e favoreçam a economia e dinâmica local. Queremos estar ainda mais junto da população, olhar cuidadosamente para cada faixa etária e solucionar as suas necessidades mais urgentes e deficitárias, mitigando os desequilíbrios inter e intrageracionais. Queremos ser credíveis, visionários, transparentes e respeitadores para com os celoricenses.

A mudança pode assustar, mas é ela que nos permite desenvolver e crescer enquanto sociedade. Não tenhamos medo de mudar. Desde o ambiente, às acessibilidades, à área social, às indústrias, ao associativismo e ao comércio, até à cultura e à educação, abordaremos, com seriedade e bom senso, o presente e o futuro de Celorico. A nossa missão é construir um concelho mais dinâmico e feliz, onde as pessoas se sintam orgulhosas por nele viverem e nele participarem ativamente.

Vale a pena lutar por Celorico. Celorico é para todos.

Um abraço,
Manuel Machado